História

A Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, fundada por Santa Maria Eufrásia Pelletier, foi aprovada pelo Papa Gregório XVI, em 16 de janeiro de 1835. A Congregação tem suas origens na Ordem de Nossa Senhora da Caridade, fundada por São João Eudes, em 1641.

São João Eudes (canonizado por Pio XI, em 31 de maio de 1925) foi um dos sacerdotes mais admirável, da França, no século XVII, por seu desempenho e inovação religiosa do seu tempo. Era conhecido como padre, doutor e apóstolo do culto litúrgico ao Coração de Jesus e Maria. Fundou a Congregação de Jesus e Maria (Eudistas). Para responder aos clamores das crianças e mulheres feridas em sua dignidade, fundou a Ordem de Nossa Senhora da Caridade.

Rosa Virginia Pelletier, filha de Ana Francisca Mourain e Julião Pelletier, nasceu em 31 de julho de 1796, na ilha de Noirmoutier - França. Em 1814 ingressou na Ordem de Nossa Senhora da Caridade fundada pelo Padre Eudes, onde recebeu o nome de Irmã Maria de Santa Eufrásia, conforme o costume da época. Formada na fonte das Sagradas Escrituras e na espiritualidade Eudista, viveu os primeiros anos de sua vida religiosa, dedicando-se a um apostolado junto às jovens e mulheres.

Em 1825 Irmã Maria de Santa Eufrásia foi eleita superiora em Tours, impulsionada pela ação do Espírito Santo de abraçar o mundo inteiro. Fundou a primeira comunidade contemplativa do Bom Pastor, com a missão de fecundar o apostolado da Congregação, por meio de uma vida comunitária, oração e silêncio.

Irmã Maria de Santa Eufrásia desejava, ardentemente, que o mundo inteiro se beneficiasse com a obra de salvação, iniciada pelo Padre Eudes. Ela viu a necessidade de um governo centralizado, que permitiria às Irmãs serem enviadas a todas as partes do mundo. Em 1835 foi aprovado o Generalato pela Santa Sé. Com esta aprovação a Igreja considerou uma Congregação distinta da Ordem de Nossa Senhora da Caridade. A nova Congregação recebeu o nome de "Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor de Angers".

Santa Maria Eufrásia dirigiu a Congregação até a sua morte, em 24 de abril de 1868. Ao morrer, havia em todo mundo 110 casas. Foi Canonizada em 02 de maio de 1940 pelo Papa Pio XII.

No decorrer dos anos, sobretudo em lugares onde as duas Congregações estão presentes, laços fraternos e apostólicos foram se fortalecendo paulatinamente. Nesse "Caminho de Enriquecimento", as duas Congregações reconheceram os elementos comuns que há entre elas. Em 2013 a União de Nossa Senhora da Caridade solicitou a reunificação com Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor. O Decreto da Fusão formalizou a reunificação das duas Congregações no dia 27 de junho de 2014.